sábado, 3 de dezembro de 2011

RESULTADO - ELEIÇÃO 2011

Segue Abaixo o resultado da eleição:

Engenharia de Produção:
·         CHAPA 1 - 100dos votos
DIRIGENTE: GEORGE  SOUSA EVANGELISTA
SUPLENTE: WAGNER JOSE SOUSA CARVALHO

Engenharia de Agrimensura:
·         CHAPA 1- 100dos votos
DIRIGENTE: ÉRICA VIVEIRA DOS SANTOS
SUPLENTE: THERESA FERNNANDA DE SOUSA BARBOSA
Engenharia Agronômica:
·         CHAPA 1- 100dos votos
DIRIGENTE: NAYANA ALVES PEREIRA
SUPLENTE: JÉSSICA LIMA

Engenharia Elétrica:
·         CHAPA 1- 100dos votos
DIRIGENTE: ARY PAIXÃO BORGES SANTANA JÚNIOR
SUPLENTE: DANNIEL ITALO SOARES DE MOURA SANTOS

Engenharia Civil:
·         CHAPA 1 -  4,17% dos votos
DIRIGENTE: JORGE HENRIQUE MACHADO DE CERQUEIRA
SUPLENTE: NAYGUEL RICHEL DE SOUZA LIMA

·         CHAPA 2 - 95,83% dos votos
DIRIGENTE: PEDRO HENRIQUE SANTOS CARVALHO
SUPLENTE: JOÃO VICTOR MARTINS DE CARVAHO

TÉCNICO:
·         CHAPA 1- 100dos votos
DIRIGENTE: JOSÉ ILTON DE OLIVEIRA FILHO
SUPLENTE: JOSÉ DE RIBAMAR COSTA JUNIOR

Postagem: Vanessa Carvalho

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Convocação para 1º Reunião Plenária e para Posse dos Conselheiros do CAU

A posse dos Conselheiros eleitos, eleição para presidente e primeira Reunião Plenária do CAU-PI acontecem dia 1º de dezembro
Convocação para 1º Reunião Plenária e para Posse dos Conselheiros do CAU
No dia 1º de dezembro, acontecerá a posse dos Conselheiros eleitos do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Piauí. A posse acontece as 8h, no Plenarinho da Assembléia Legislativa do Piauí.
Na mesma data acontece a eleição para presidente do CAU-PI e a primeira Reunião Plenária do CAU-PI.

Confira a Convocação na íntegra

POSTAGEM: VANESSA CARVALHO

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

ELEIÇÃO 2011

COMEÇA HOJE A INSCRIÇÃO PARA CANDIDATURA A MEMBRO DIRIGENTE E SUPLENTE DO CREAjr-PI!

PARTICIPE!



REGULAMENTO DA ELEIÇÃO DISPONÍVEL AQUI!

terça-feira, 22 de novembro de 2011





Jovem Empreendedor,

O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia – NINTEC da Universidade Federal do Piauí convida para o:
III Seminário de Propriedade Intelectual e Empreendedorismo Tecnológico e V Workshop de PI e Inovação Tecnológica,
que será realizado no período de 28 a 30/11/2011 em Teresina – Piauí.
O público alvo é acadêmico (graduação, pós-graduação e pesquisadores) e demais profissionais.
O evento será realizado no Auditório do Centro de Tecnologia (CT) da Universidade Federal do Piauí.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo endereço www.ufpi.br/nintec.

Confira a programação que segue em anexo!

Para mais informações:
Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da UFPI
Atenciosamente,
Gustavo Carvalho
Vice-Presidente - AJE/PI

Associação dos Jovens Empresários do Piauí
Av. Gil Martins, 1810, Edifício FIEPI - 3º andar, Redenção,
Teresina-PI • CEP: 64016-882 • Tel: (86) 3218.5608
www.ajepiaui.com.br 
• e-mail: aje_piaui@hotmail.com 


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Comunicado

Comunicado CREAjr-PI:
----> Amanhã - dia 12/11/2011 - NÃO haverá reunião.

----> Lamentamos informar que não será possível a entrega dos certificados nesse sábado - dia 12/11/2011, pois o nosso coordenador nacional estão viajando e portanto, os certificados não foram assinados. Pedimos desculpa pelo inconveniente

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

2º Encontro Estadual do CREAJr-PI

2º ENCONTRO ESTADUAL DO CREAjr-PI.

PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM!

INSCRIÇÃO PRESENCIAL A PARTIR DAS 16:00 - NO AUDITÓRIO DO CT -UFPI

INSCRIÇÃO:

PROFISSIONAL: 
R$70,00 + 1Kg de alimento não Perecível.

ESTUDANTE:
R$35,00 + 1Kg de alimento não Perecível.
(Comprovante de matricula - Declaração e/ou carteirinha da universidade)

OBS. Quem não entregar o 1kg de alimento, não receberá o certificado.

INSCRIÇÕES LIMITADAS!

MAIORES INFORMAÇÕES:


E-mail: creajr@crea-pi.org.br

Telefone: 
Pablo Santana       (86) 9992-2724 

Gustavo Henrique  (86) 9971-7177 

Pedro Henrique     (86) 9903-9797

Denise Marques     (86) 8805-5055 

Vanessa Carvalho  (86) 9952-2093 / 8865-84

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

O CREAjr-PI Realiza o "2º Encontro Estadual do CREAjr-PI"


CREAjúnior-PI em parceria com o CREA-PI,  promovem o 2º Encontro Estadual do CREAjr-PI voltado para o aperfeiçoamento dos, estudantes da Área Tecnológica e profissionais do Sistema CONFEA/ CREA /MUTUA / ENTIDADES e instituições afins deste segmento, através de palestras, mesas redondas, painéis que além de ressaltar, através de debates proporcionara a oportunidade da ampliação de conhecimentos o incremento e socialização de novas tecnologias; principalmente; no que tange ao meio ambiente e ao empreendedorismo. 

      Segundo o conceito, desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades. Essa idéia afeta diretamente a industrialização e consequentemente a economia de um país, uma vez que para o país já não pode mais usar todos os seus recursos naturais para crescer, afinal é preciso pensar nas gerações futuras.

Do exposto acima, é evidente que uma das áreas mais afetadas e pressionadas a mudar foi a tecnológica, ou seja, engenharias em geral. E não é à toa, somente o setor da construção civil é responsável por cerca de 40% do capital bruto internacional e consome de 14% a 50% dos recursos naturais de um país (Shcenini, Bagnati e Cardoso).
É pensando nisso que este ano o Encontro Estadual do CREAjr-PI traz como tema O Empreendedorismo Sustentável, ou seja, durante o encontro pretende-se apresentar idéias inovadoras e sustentáveis.
O que se quer é na verdade que o ouvinte desperte o seu lado empreendedor e ao mesmo tempo pense de modo sustentável. O encontro trará palestras explicando os temas para que os ouvintes se inteirarem sobre ambos e também exemplos bem sucedidos, além de claro as palestra sobre o sistema CONFEA/CREA e sobre o CREAjr


Postagem: Vanessa Carvalho
Membro Dirigente de Arquitetura 

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Engenharia e Arquitetura podem torna-se carreiras tipicamente publicas

Está em tramitação na Câmara dos Deputados um projeto de lei para transformar a atividade de engenheiros, arquitetos e engenheiros agrônomos que sejam servidores públicos em carreiras típicas de Estado, que são consideradas essenciais e exclusivas do Estado. A proposta foi aprovada na quarta-feira (5) pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara.

texto do deputado Augusto Coutinho (DEM-PE) prevê que servidores públicos nessas áreas tenham direito a garantias especiais contra a perda dos seus cargos. A alteração seria feita através da inclusão de um novo artigo na lei 5.194/66, que regula o exercício dessas profissões.
De acordo com o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), atualmente as carreiras consideradas típicas de Estado são as relacionadas às atividades de fiscalização agropecuária, tributária e de relação de trabalho, arrecadação, finanças e controle, gestão pública, segurança pública, diplomacia, advocacia pública, defensoria pública, regulação, política monetária, planejamento e orçamento federal, magistratura e o Ministério Público.
"Não há como negar a importância dos profissionais de que trata o projeto para o desenvolvimento nacional e, em especial, para a realização das grandes obras de infraestrutura que viabilizam o crescimento econômico. Considero ser de integral justiça, portanto, reconhecer como exclusivas de Estado as atividades levadas a cabo por engenheiros, arquitetos e engenheiros agrônomos, no âmbito do Poder Executivo federal, estadual e municipal, de modo a assegurar aos servidores que as exercem os critérios e garantias especiais previstos no art. 247 da Constituição", justifica Coutinho.
Como tramita em caráter conclusivo, o projeto não terá que passar pelo plenário da Casa, tendo que ser aprovado somente pelas comissões designadas. A Comissão de Constituição, de Justiça e de Cidadania é a próxima que deve votar o projeto, antes de ir ao Senado.


Fonte: Pini web
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil 

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

CURSO PREPARATÓRIO PARA A PETROBRAS - VIA INTERNET

    Desconto de 40% para estudantes de todos os estados.
Postado:Pablo Santana,Coordenador Estadual do CREAjr-PI

Curso de Gestão do Canteiro de Obra na Construção Civil


O curso acontecerá de 14 a 16 de outubro, no Centro de Aprimoramento Profissional - CAP
 
O Instituto de Estudos Sociais para América Latina está com inscrições abertas para o curso Gestão do Canteiro de Obra na Construção Civil que acontecerá de 14 a 16 de outubro.
O professor Mestre Alfredo Dias da Cruz Neto (CE) ministrará o curso que será no Blue Tree Towers Rio Poty, Av. Mal. Castelo Branco, 555, Teresina-PI

Para mais informações e inscrições: (86) 9963 3039/ 8849 6862/ 9976 0129. 
Email: tamisaboia@hotmail.com


Postagem: Vanessa Carvalho - Membro Dirigente de Arquitetura e Urbanismo 

Últimas vagas para o curso de Acessibilidade em Teresina

 Os interessados devem procurar o Gabinete da Presidente na sede do Conselho e realizar sua inscrição

Últimas vagas para o curso de Acessibilidade em TeresinaNão perca a oportunidade de nos dias 7 e 8 de outubro, participar do curso "Acessibilidade: como praticar e fiscalizar". O curso será ministrado pela Arquiteta e Urbanista Nícia Bezerra Leite, professora de Urbanismo da Universidade Federal do Piauí, que abordará, além do conceito e aplicação da acessibilidade, a elaboração de projetos acessíveis; o curso acontecerá no horário de 8h as 18h.
As pré-inscrições podem ser feitas através do número (86) 2107 9252 ou na Secretaria do Gabinete da Presidência, no Conselho.
O curso custará R$ 150. Profissionais em dia com o Regional têm 20% de desconto e estudantes da área tecnológica 50% de desconto.


Postagem: Vanessa Carvalho - Membro Dirigente de Arquitetura e Urbanismo

sábado, 1 de outubro de 2011

Representante do CREAJR.-PI foi homenageda na 68ªSOEAA


A programação da 68ª Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia contou nesta quinta-feira (29) com o Fórum do Creajr. Na oportunidade foram discutidos temas como recursos energéticos, evolução tecnológica no Brasil e outros.
Ainda dentro do Fórum Creajr prestaram homenagens aos membros do Creajr e profissionais do Sistema Confea/Crea que se descataram durante suas atuações. Dentre as homenageadas, esteve a representante do Creajr-PI, Jocélia Mayra Machado Alves.
Jocélia foi a 1ª Coordenadora Nacional do Creajr e será reconhecida pelos bons serviços prestados durante sua atuação.
Fonte: Assessoria de Comunicação do Crea-PI
Postagem: Pedro Henrique- membro de civil 

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Censo dos profissionais da engenharia


“Foi um trabalho árduo nos últimos meses, mas agora é realidade. Hoje vai ao ar o Censo Nacional da Engenharia, da Arquitetura, da Agronomia e das demais profissões do Sistema Confea/Crea”, disse o secretário de Comércio e Serviços do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Humberto Luiz Ribeiro da Silva, ao lançar o Censo dos Profissionais da Engenharia.
O Censo tem por objetivo mapear todos os profissionais da área tecnológica vinculados ao Sistema Confea/Crea para saber o quantitativo de profissionais atuantes na área e, em caso negativo, os que têm interesse em voltar a atuar; e quais desejariam trabalhar fora do país ou em regiões específicas dentro do Brasil. No formulário, o profissional deve preencher dados sobre sua formação acadêmica, incluindo especializações (independentemente de serem  vinculadas ao Sistema Confea/Crea), e experiências profissionais.
“Este é um momento em que o Brasil ocupa seu espaço e não foge às oportunidades do cenário econômico global e pensa no seu povo”, disse Ribeiro da Silva ao explicar a importância do Censo. “Construímos no Brasil uma agenda viva de robustez. A Engenharia tem um papel cada vez maior no desenvolvimento do país. Por isso, precisamos conhecer os profissionais do Confea/Crea. O Censo será uma radiografia do país”, completou.
O formulário deve ser preenchido até 31 de dezembro de 2011, ou seja, serão três meses de coleta de dados. “Temos que fazer bom uso do resultado. Com ele em mão, saberemos onde atacar de forma mais precisa, com políticas públicas específicas”, disse Ribeiro da Silva, ao conclamar todos os profissionais a responderem, “para cada vez mais fazermos do Brasil um país referência para os demais, o que pode ser alcançado por meio das profissões do Confea/Crea”.
O presidente do Confea, Marcos Túlio de Melo, pediu apoio das entidades de classe e dos Conselhos Regionais para mobilizarem os profissionais a preencherem o formulário do Censo. “O país carece de mão de obra especializada, nós temos profissionais competentes, precisamos evitar que estrangeiros dominem nosso mercado. O Censo vai mapear as realidades de trabalho de todos os profissionais da área tecnológica do Brasil, para que o Ministério da Educação possa fazer um planejamento de capacitação”, explicou. Túlio de Melo agradeceu o trabalho das equipes do MDIC, do Confea, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).
Ao final do lançamento, a superintendente de Planejamento, Programas e Projetos do Confea, Neuza Trauzzola, demonstrou como preencher o formulário do Censo. “É importante ressaltar que as informações aqui colocadas não serão repassadas para os setores de fiscalização dos Creas”. Ela também explicou que caso o profissional faça alterações de cadastro no Censo, como endereço, telefone, etc, esses dados não serão automaticamente atualizados no Crea. Ela ressaltou a importância do Censo, ao afirmar: “Precisamos realmente saber quem somos, onde estamos e o que estamos fazendo”. Por último, Trauzzola destacou que colaboradores são bem-vindos para disponibilizar o link do formulário em outros sites.
Beatriz Leal
Assessoria de Comunicação do Confea
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil 

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Brasil sobe em ranking de tecnologia,mas ainda faltam talentos


Notícia da BBC, reproduzida pela Folha Online, indica que investimentos em pesquisas e em infraestrutura ajudaram o País a galgar uma posição em relação a 2009, em um ranking da Economist Inteligence Unit, pesquisadora da revista The Economist, para a organização Business Software Alliance (BSA).
O País ocupa agora o primeiro lugar entre os países da América Latina no quesito 'pesquisa e desenvolvimento' , que tem peso maior na pontuação e avalia investimentos públicos e privados, além do número de patentes e valor recebido por royalties em relação ao número de habitantes. Segundo Frank Caramuru, diretor da BSA no Brasil, a nota brasileira saltou de 1,6 na primeira edição do estudo em 2007 para 21,2 na edição deste ano.
Progressos na "infraestrutura na tecnologia da informação" também trouxeram mais avanços que retrocessos para o cenário brasileiro. Entre os aspectos positivos está a ampliação da telefonia celular, cujo índice de penetração já ultrapassa os 100%. Por outro lado, a morosidade na expansão da banda larga no País é citada como aspecto negativo, já que dificulta a absorção de serviços de TI. Além disso, a pesquisa também aponta como entrave a burocracia brasileira nos processos de contratações e demissões.
Crise de talentos - Alguns itens da categoria "capital humano" também ajudaram a impulsionar a posição brasileira. O número de formandos nas áreas de ciências e engenharia aumentaram, levando o País a ocupar o 8º lugar nessa classificação.
No entanto, o Brasil permaneceu estagnado no que diz respeito à qualidade de habilidades tecnológicas, gerando temores sobre a escassez de profissionais de tecnologia da informação (TI) qualificados para atender a demanda.
Para Caramuru, já se pode falar em uma crise de talento no mercado brasileiro de TI. "A avaliação aponta para a necessidade de um aprimoramento do currículo dos cursos de ciências da computação, bem como de um estímulo à essa opção de carreira entre estudantes", disse. "Hoje estima-se que existam 90 mil vagas não preenchidas neste setor no Brasil, e uma projeção da FGV avalia que, em 2014, esse déficit pode chegar a 800 mil."
Para o diretor da BSA, estimular a opção de estudantes pela área é fundamental. "Na Índia, dois terços dos estudantes universitários estão matriculados em cursos de ciências exatas e engenharia. No Brasil são apenas 14%." A análise também mostra que formar estudantes com habilidades ou aptidões em TI é importante, mas já não é suficiente. "Uma grade complementar voltada aos negócios é essencial para esses profissionais prosperarem e contribuírem de forma mais significativa com suas empresas."
Fonte: Federação Nacional dos Engenheiros (FNE)
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

68ª Semana Oficial da Engenharia,da Arquitetura da Agronomia

Mais de três mil pessoas se inscreveram e confirmaram participação - mediante pagamento – na 68ª Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia. Entre elas, profissionais, estudantes, lideranças nacionais, interessados e estrangeiros que vêm da China, de Portugal, da Espanha, do Irã e de países da América do Sul.

Abertura solene, cerimônia de entrega de medalhas e placas aos homenageados do mérito e abertura da ExpoSoeaa são os primeiros itens da programação da 68ª Soeaa. A abertura da Semana e da Exposição, junto com as homenagens do mérito, ocorrerão a partir de 17h, desta terça-feira, 27 de setembro.

A programação do dia 28 girará em torno dos dois temas centrais da Soeaa: Rio + 20 e Ciência, Tecnologia e Inovação. O primeiro tema se desdobrará em dois painéis: “Pesquisa e Inovação no Enfrentamento do Aquecimento Global” e “Pesquisa e Inovação na solução dos Desafios Ambientais”, que terá como âncora a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva. O Tema Ciência Tecnologia e Inovação terá como painéis “Pesquisa e Inovação para o Desenvolvimento Brasileiro” e “Estruturação do Setor Governamental em C.T.I”, que terá como âncora o ministro da Ciência e Tecnologia Aloizio Mercadante.

Na quinta-feira, 29, os fóruns do Sistema Confea/Crea e Mútua realizam reuniões e apresentações. Ocorrerão paralelamente à exposição tecnológica ExpoSoeaa os fóruns das entidades nacionais, de valorização profissional, dos Creas-Juniores, de Equidade de Gênero, de Acessibilidade e Mobilidade Urbana, de Eficiência Energética, entre outros.

A Inovação no enfrentamento de desastres naturais e socioambientais entre em pauta na sexta-feira, 30/9, com participações da Secretaria Nacional da Defesa, do Instituto Nacional de Meteorologia, da Comissão Especial Medidas Preventivas de Catástrofes Climáticas, entre outros. Na tarde do dia 30 a jornalista Salete Lemos mediará o debate entre os candidatos à presidência do Confea de 2011.

Entre os painéis, ocorrerão intervenções culturais, como apresentações circenses, de dança, de grupos folclóricos, de poesia e mímica, etc. A inauguração da Cidade Colaborativa ocorrerá às 14h do dia 27 (quarta-feira). Um projeto do Confea, a Cidade Colaborativa reuniu, em plataforma de rede social, profissionais, estudantes e demais interessados para debater soluções criativas e sustentáveis para uma cidade construída por internautas. Lançado em dezembro de 2010, o projeto apresenta seus resultados e a cidade completa nesta semana, durante a 68ª Soeaa. Acesse: www.cidadecolaborativaconfea.com.br.



FonteAssessoria de Comunicação do Confea
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil 

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Energia a preço justo


Uma campanha encabeçada pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e apoiada pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) quer ajuda popular para que haja redução nos preços da energia elétrica.

A intenção da entidade de classe é pressionar o governo para que sejam feitos novos leilões das usinas hidrelétricas o que, consequentemente, aumentará a concorrência e diminuirá o valor da conta de luz.

Hoje, segundo as entidades, o custo de produção da energia elétrica é de R$ 6,80/MWh (Megawatt-hora). Já o preço médio de venda dessa energia é de R$ 90,98 MWh, 13 vezes mais.

"O Brasil é o país que tem o custo mais baixo de produção da energia elétrica. No entanto, o consumidor paga a segunda maior tarifa do mundo por esse produto", explica o diretor regional do Ciesp em Marília, Flávio Peres.

Ele explica que, desde 1995, as empresas concessionárias de energia tiveram contratos de concessão prorrogados por 20 anos. A intenção do governo e das empresas é renovar automaticamente esse contrato. "O que queremos é que seja cumprida a lei e feito um leilão de concessão. Desta maneira, as empresas oferecerão suas ofertas e a população ganhará com isso."

Segundo Peres, o preço de venda da energia elétrica pode chegar a R$ 20,69/MWh, ou seja, uma diminuição de mais de 80% no preço atual.
A campanha para diminuição do preço da energia pode ser apoiada por todos, pelo site http://www.energiaaprecojusto.com.br

Fonte:http://www.boxnet.com.br/fiesp/visualizar/web.aspx?ID=17305459&ID_MESA=607
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil 



sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Comunicado

POR MOTIVOS MAIORES - AMANHÃ NÃO TERÁ REUNIÃO!


Avisem aos outros membros!






Agradece a direção

Curso de Emissão do Receituário Agronômico

Está previsto para os dias 26, 27 e 28 deste mês de outubro a realização, no auditório do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Piauí - CREA-PI, do curso "Emissão do Receituário Agronômico: Uma visão ampliada da atividade". O curso será ministrado por renomados profissionais da área, dentre eles os Engenheiros Agrônomos Allan Gabriel Campos Pimentel e João Miguel Toledo Tosato, colaboradores da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estados do Paraná.
Aguardem mais informações.


Fonte: Assessoria de Comunicação do Crea-PI
Redator(a): Jéssica Santos

Postagem: Pedro Henrique - membro de civil

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

CREA Intinerante


O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Piauí implantou o Crea Itinerante, o projeto conta com atendimento móvel e segundo Antônio Martins, Gerente da Fiscalização do Crea-PI, visa atender as cidades inseridas nos roteiros de fiscalização da sede e/ou inspetorias. "Nosso objetivo é alcançar os munícipios ao redor das cidades que possuem Inspetoria do Conselho e levar até elas as informações mais utéis e necesárias para os procedimentos básicos junto ao Crea", destacou Martins.
O novo projeto teve início na última segunda-feira (12) na cidade de Amarante. O previsto era que o projeto ficasse em Amarante até a terça-feira (13), mas devido a grande procura pelos serviços do Crea Intinerante, a equipe do Regional estendeu até as 12h desta quarta-feira (14) o atendimento na Praça Quincas Castro, ao lado da Prefeitura Municipal.
Na oportunidade os profissionais, bem como a população em geral da cidade, estão recebendo esclarecimentos sobre ARTs, emissão de boletos, registro junto ao Conselho e conhecendo mais do Crea-PI.

Segundo Milena Araújo, gerente do Atendimento do Crea-PI e integrante a equipe do Crea Intinerante, as dúvidas mais frequentes são relacionadas a quem pode emitir o boleto de ART e como se cadastrar no novo Sistema do Regional. "Temos percebido que a dúvida principal da população de forma geral, é quanto a Anotação de Responsabilidade Técnica: quem pode emitir, quem paga a taxa. Já os profissionais tem tido dúvidas de como se cadastrar no SIGEC e qual o procedimento para preenchimento de ART Online", esclareceu Milena.
Os profissionais que ainda não estavam cadastrados junto ao SIGEC, foram incorporados ao sistema imediatamente e já saíram com suas senhas de acesso e com todas as instruções para usurfurierem das facilidades do Sistema do Crea-PI.
Em Água Branca o Crea Itinerante estará na Praça da Igreja matriz, próximo ao Banco do Brasil, em frente a Escola Monsenhor Boson.


Fonte: 
Assessoria de Comunicação do Crea-PI
Redator(a): Jéssica Santos

Postagem: Pedro Henrique - membro de civil 

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Eleições no CAU


A Comissão Eleitoral do CAU-PI recebeu registro de uma chapa para eleição dos conselheiros regionais do CAU-PI e conselheiros federais do CAU-BR, sendo sete conselheiros efetivos e seus respectivos suplentes serão eleitos para o CAU-PI, e um conselheiro federal efetivo e o respectivo suplente representarao os profissionais no CAU-BR.
O prazo para os profissionais inscreverem as chapas encerrou no dia 29 de agosto e após as inscrições, a Comissão Eleitoral analisará a documentação das chapas para deferir ou indeferir as candidaturas.
O voto nesta eleição é obrigatório para todos os arquitetos, arquitetos e urbanistas ou engenheiros arquitetos, com exceção de profissionais que tenham idade acima de 65 anos, situação em que o voto é facultativo. Os profissionais que não participarem da eleição terão um prazo de três meses após a eleição para se justificar, caso não justifiquem serão multados com o valor referente a uma anuidade.
Os profissionais receberão uma senha individual até 30 dias antes da eleição que será realizada no dia 26 de outubro, exclusivamente no site www.votarquiteto.com.br, de 00h às 20h (horário de Brasília).
Mais informações poderão ser obtidas no site do CAU-BR: www.cau.org.br
Fonte: Assessoria de Comunicação do Crea-PI

Postagem: Pedro Henrique - membro de civil

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ciclo de palestras gratuitas


Postado:Pablo Santana

Safra nacional de grãos deve ser maior em 2011

A estimativa da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas de agosto  indica uma produção da ordem de 159,0 milhões de toneladas em 2011, superior em 6,3% à safra recorde de 2010 (149,6 milhões de toneladas) e 0,1% maior do que a estimativa de julho, divulgou nesta sexta-feira (9) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A área a ser colhida em 2011, de 48,8 milhões de hectares, apresenta alta de 4,9% comparado a 2010, e decréscimo de 19.284 hectares (-0,0%) frente à estimativa anterior.
O arroz, o milho e a soja (três principais culturas que, somadas, representam 90,6% da produção de cereais leguminosas e oleaginosas) respondem por 82,2% da área a ser colhida registrando, em relação ao ano anterior, altas de 1,6%, 4% e 3,3%, respectivamente. No que se refere à produção, o arroz e a soja mostram, nessa ordem, acréscimos de 18,9% e 9,3%, enquanto o milho, redução de 0,7%.
Entre as grandes regiões, o volume da produção mostra a seguinte distribuição: região Sul, 66,3 milhões de toneladas; Centro-Oeste, 55,8 milhões de toneladas; Sudeste, 17,2 milhões de toneladas; Nordeste, 15,3 milhões de toneladas; e Norte, 4,4 milhões de toneladas. Na comparação com 2010, ocorre incremento em todas as regiões: Norte, 9,2%; Nordeste, 30,1%; Sudeste, 1,0%; Sul, 3,3%; e Centro-Oeste, 6,2%.


Fonte: G1
Postagem: Pedro Henrique-membro de civil 

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Custo da construção sobe em agosto

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em convênio com a Caixa Econômica Federal (CEF), registrou variação de 0,14% em agosto, 0,41 ponto percentual abaixo da taxa apresentada em julho (0,55%).

O custo nacional da construção por metro quadrado passou de R$ 800,02 (julho) para R$ 801,11 (agosto), sendo R$ 443,06 relativos aos materiais e R$ 358,05 à mão de obra. A parcela dos materiais subiu 0,28% e a parcela de mão de obra registrou queda de 0,04%.                                                             
Dentre as parcelas regionais a maior alta ocorreu no Sudeste com uma variação de 0,20%, já a menor variação ocorreu no Nordeste(0,08%). Os custos regionais por metro quadrado ficaram:R$ 839,54 (Sudeste); R$ 800,93 (Norte); R$ 800,35 (Centro-Oeste); R$ 798,24 (Sul) e R$ 756,14 (Nordeste).


Fonte: piniweb.com.br 
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil 

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

7 de Setembro - Independência do Brasil

A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. Ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I as margens do riacho do Ipiranga em São Paulo.


 

Dia do Fico
Em 9 de janeiro de 1822, D. Pedro I recebeu uma carta das cortes de Lisboa, exigindo seu retorno para Portugal. Há tempos os portugueses insistiam nesta idéia, pois pretendiam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impedia este ideal. Porém, D. Pedro respondeu negativamente aos chamados de Portugal e proclamou: "Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico."

 
O processo de independência
Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram a metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o " cumpra-se ", ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência.

O príncipe fez uma rápida viagem à Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimento, pois acreditavam que tudo isto poderia ocasionar uma desestabilização social. Durante a viagem, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal que anulava a Assembléia Constituinte e exigia a volta imediata dele para a metrópole.

Estas notícias chegaram as mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo. Próximo ao riacho do Ipiranga, levantou a espada e gritou : " Independência ou Morte !". Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado imperador do Brasil.
Bandeira do Brasil Império. 
Primeira bandeira brasileira após a Independência.

Pós Independência
- D. Pedro I foi coroado imperador do Brasil em dezembro de 1822;
- Portugal reconheceu a independência, exigindo uma indenização de 2 milhões de libras esterlinas;
- Em algumas regiões do Brasil, principalmente no Nordeste, ocorreram revoltas, comandadas por portugueses, contrárias à independência do Brasil. Estas manifestações foram duramente reprimidas pelas tropas imperiais.


Bandeira do Brasil atual.

Fonte de pesquisa: 

Postagem: Vanessa Carvalho

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Revista de Produção online

Para os membros de produção,e estudantes do curso e interessados em geral,fica a dica: http://www.producaoonline.org.br.
O site é uma revista cientifica de produção online com artigos de profissionais da área e conta com a possibilidade de visualização (e download) dos textos em PDF ou em áudio.Claro que há a possibilidade de enviar seu próprio artigo que será submetido a uma avaliação para posterior publicação,mas essa opção é para usuários cadastrados.Alem dos usuários,em geral, terem acesso as publicações anteriores.
Quer mais informações? Então acesse http://www.producaoonline.org.br

Postagem: Pedro Henrique - membro de civil

Você sabe o que é ART?


ART: Definição


De acordo com a Lei nº 6.496 de 7 de Dez 1977 todo contrato, escrito ou verbal, para a execução de obras ou prestação de quaisquer serviços profissionais referentes à Engenharia, à Arquitetura e à Agronomia fica sujeito à "Anotação de Responsabilidade Técnica" (ART).


A ART é um registro documental dos serviços executados pelo profissional. Ele valoriza o exercício profissional e confere legitimidade assegurando, com fé pública, a autoria e os limites da responsabilidade e participação técnica em cada obra ou serviço, definindo para os efeitos legais os responsáveis técnicos pelo empreendimento de engenharia, arquitetura e agronomia.
Com o registro da ART, todo profissional constrói seu Acervo Técnico. Esse documento é o espelho de suas realizações, de sua carreira. Tem efeito legal e é indispensável em licitações e representa um grande diferencial de sucesso individual.
Empresas e profissionais são distinguidos no mercado quando comprovam atividades técnicas de que participaram quando apresentam seu Atestado de Acervo Técnico, pois ele gera as garantias jurídicas de um contrato.
Através da ART as empresas e sociedade podem ter acesso à situação cadastral de profissionais e empresas que desejam contratar, assegurando um serviço de qualidade através de um profissional registrado.
A ART deve ser efetuada pelo profissional ou pela empresa no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA), de acordo com Resolução própria do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CONFEA). O CONFEA fixará os critérios e os valores das taxas da ART "ad referendum" do Ministro do Trabalho.
A falta da ART sujeitará o profissional ou a empresa à multa prevista na alínea "a" do Art. 73 da Lei nº 5.194, de 24 DEZ 1966, e demais cominações legais.
Postado:Pablo Santana

domingo, 4 de setembro de 2011

Ser Líder


Para chegar a ser líder é preciso querer ser líder. As responsabilidades e cobranças são grandes e é necessário ter disponibilidade e vontade para assumir a liderança em qualquer situação.

Visão, paixão, pensamento estratégico, habilidade de comunicação, automotivação, habilidade de unir pessoas, poder pessoal, congruência, capacidade de adaptação, disciplina, resolução, a busca constante da excelência, capacidade de se relacionar são algumas características e habilidades comuns necessárias para o desenvolvimento da boa liderança. 


Para ser um grande líder é preciso conhecer o grupo do qual trabalha, conhecer seu proposito e objetivo.

Liderança é uma capacidade que se conquista mais pelo respeito e pela admiração dos outros, do que por cargos nomeados ou ameaças. O verdadeiro líder é aquele em quem o grupo se espelha, e que serve como referência na hora em que cada uma dessas pessoas tem que tomar suas próprias decisões.

Para ser líder, ao contrário do que muitos pensam, é preciso um alto índice de humildade e de generosidade. São essas características que tornam fácil o trânsito do líder, fazendo-o aproximar-se de todos sempre dentro de um ambiente de confiança. Na presença do líder as pessoas se sentem à vontade, seguras.
O líder sabe a hora e a forma certa de repreender. Ele não humilha, nem expõe as pessoas ao ridículo, mas mostra a elas o que poderia ter sido feito melhor para o resultado que o grupo se propunha atingir.

Pode até haver líderes que ocupam uma posição de chefia no grupo. Mas nem todo chefe é um líder de verdade. Para saber se um chefe é líder, basta avaliar o comportamento do grupo na sua ausência. Se quando vira as costas as máscaras caem e o comportamento das pessoas muda, é porque ele mais manda do que lidera. É muito provável que controle sua equipe mais pelo medo do que pelo respeito. Mas, se mesmo quando o chefe sai, o ambiente de respeito permanece para quem fica, aí sim temos um líder de verdade.

A liderança só será efetiva se tiver a capacidade de envolver, trabalhar as pessoas e com as pessoas, para isto tem que fazer com que elas se sintam necessárias, partes importante do processo. As pessoas envolvem-se mais facilmente se obtiverem reconhecimento do seu trabalho, se sentirem que são peças fundamentais da engrenagem, que fazem a empresa girar.




Postagem: Vanessa Carvalho