sábado, 1 de outubro de 2011

Representante do CREAJR.-PI foi homenageda na 68ªSOEAA


A programação da 68ª Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia contou nesta quinta-feira (29) com o Fórum do Creajr. Na oportunidade foram discutidos temas como recursos energéticos, evolução tecnológica no Brasil e outros.
Ainda dentro do Fórum Creajr prestaram homenagens aos membros do Creajr e profissionais do Sistema Confea/Crea que se descataram durante suas atuações. Dentre as homenageadas, esteve a representante do Creajr-PI, Jocélia Mayra Machado Alves.
Jocélia foi a 1ª Coordenadora Nacional do Creajr e será reconhecida pelos bons serviços prestados durante sua atuação.
Fonte: Assessoria de Comunicação do Crea-PI
Postagem: Pedro Henrique- membro de civil 

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Censo dos profissionais da engenharia


“Foi um trabalho árduo nos últimos meses, mas agora é realidade. Hoje vai ao ar o Censo Nacional da Engenharia, da Arquitetura, da Agronomia e das demais profissões do Sistema Confea/Crea”, disse o secretário de Comércio e Serviços do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Humberto Luiz Ribeiro da Silva, ao lançar o Censo dos Profissionais da Engenharia.
O Censo tem por objetivo mapear todos os profissionais da área tecnológica vinculados ao Sistema Confea/Crea para saber o quantitativo de profissionais atuantes na área e, em caso negativo, os que têm interesse em voltar a atuar; e quais desejariam trabalhar fora do país ou em regiões específicas dentro do Brasil. No formulário, o profissional deve preencher dados sobre sua formação acadêmica, incluindo especializações (independentemente de serem  vinculadas ao Sistema Confea/Crea), e experiências profissionais.
“Este é um momento em que o Brasil ocupa seu espaço e não foge às oportunidades do cenário econômico global e pensa no seu povo”, disse Ribeiro da Silva ao explicar a importância do Censo. “Construímos no Brasil uma agenda viva de robustez. A Engenharia tem um papel cada vez maior no desenvolvimento do país. Por isso, precisamos conhecer os profissionais do Confea/Crea. O Censo será uma radiografia do país”, completou.
O formulário deve ser preenchido até 31 de dezembro de 2011, ou seja, serão três meses de coleta de dados. “Temos que fazer bom uso do resultado. Com ele em mão, saberemos onde atacar de forma mais precisa, com políticas públicas específicas”, disse Ribeiro da Silva, ao conclamar todos os profissionais a responderem, “para cada vez mais fazermos do Brasil um país referência para os demais, o que pode ser alcançado por meio das profissões do Confea/Crea”.
O presidente do Confea, Marcos Túlio de Melo, pediu apoio das entidades de classe e dos Conselhos Regionais para mobilizarem os profissionais a preencherem o formulário do Censo. “O país carece de mão de obra especializada, nós temos profissionais competentes, precisamos evitar que estrangeiros dominem nosso mercado. O Censo vai mapear as realidades de trabalho de todos os profissionais da área tecnológica do Brasil, para que o Ministério da Educação possa fazer um planejamento de capacitação”, explicou. Túlio de Melo agradeceu o trabalho das equipes do MDIC, do Confea, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).
Ao final do lançamento, a superintendente de Planejamento, Programas e Projetos do Confea, Neuza Trauzzola, demonstrou como preencher o formulário do Censo. “É importante ressaltar que as informações aqui colocadas não serão repassadas para os setores de fiscalização dos Creas”. Ela também explicou que caso o profissional faça alterações de cadastro no Censo, como endereço, telefone, etc, esses dados não serão automaticamente atualizados no Crea. Ela ressaltou a importância do Censo, ao afirmar: “Precisamos realmente saber quem somos, onde estamos e o que estamos fazendo”. Por último, Trauzzola destacou que colaboradores são bem-vindos para disponibilizar o link do formulário em outros sites.
Beatriz Leal
Assessoria de Comunicação do Confea
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil 

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Brasil sobe em ranking de tecnologia,mas ainda faltam talentos


Notícia da BBC, reproduzida pela Folha Online, indica que investimentos em pesquisas e em infraestrutura ajudaram o País a galgar uma posição em relação a 2009, em um ranking da Economist Inteligence Unit, pesquisadora da revista The Economist, para a organização Business Software Alliance (BSA).
O País ocupa agora o primeiro lugar entre os países da América Latina no quesito 'pesquisa e desenvolvimento' , que tem peso maior na pontuação e avalia investimentos públicos e privados, além do número de patentes e valor recebido por royalties em relação ao número de habitantes. Segundo Frank Caramuru, diretor da BSA no Brasil, a nota brasileira saltou de 1,6 na primeira edição do estudo em 2007 para 21,2 na edição deste ano.
Progressos na "infraestrutura na tecnologia da informação" também trouxeram mais avanços que retrocessos para o cenário brasileiro. Entre os aspectos positivos está a ampliação da telefonia celular, cujo índice de penetração já ultrapassa os 100%. Por outro lado, a morosidade na expansão da banda larga no País é citada como aspecto negativo, já que dificulta a absorção de serviços de TI. Além disso, a pesquisa também aponta como entrave a burocracia brasileira nos processos de contratações e demissões.
Crise de talentos - Alguns itens da categoria "capital humano" também ajudaram a impulsionar a posição brasileira. O número de formandos nas áreas de ciências e engenharia aumentaram, levando o País a ocupar o 8º lugar nessa classificação.
No entanto, o Brasil permaneceu estagnado no que diz respeito à qualidade de habilidades tecnológicas, gerando temores sobre a escassez de profissionais de tecnologia da informação (TI) qualificados para atender a demanda.
Para Caramuru, já se pode falar em uma crise de talento no mercado brasileiro de TI. "A avaliação aponta para a necessidade de um aprimoramento do currículo dos cursos de ciências da computação, bem como de um estímulo à essa opção de carreira entre estudantes", disse. "Hoje estima-se que existam 90 mil vagas não preenchidas neste setor no Brasil, e uma projeção da FGV avalia que, em 2014, esse déficit pode chegar a 800 mil."
Para o diretor da BSA, estimular a opção de estudantes pela área é fundamental. "Na Índia, dois terços dos estudantes universitários estão matriculados em cursos de ciências exatas e engenharia. No Brasil são apenas 14%." A análise também mostra que formar estudantes com habilidades ou aptidões em TI é importante, mas já não é suficiente. "Uma grade complementar voltada aos negócios é essencial para esses profissionais prosperarem e contribuírem de forma mais significativa com suas empresas."
Fonte: Federação Nacional dos Engenheiros (FNE)
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

68ª Semana Oficial da Engenharia,da Arquitetura da Agronomia

Mais de três mil pessoas se inscreveram e confirmaram participação - mediante pagamento – na 68ª Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia. Entre elas, profissionais, estudantes, lideranças nacionais, interessados e estrangeiros que vêm da China, de Portugal, da Espanha, do Irã e de países da América do Sul.

Abertura solene, cerimônia de entrega de medalhas e placas aos homenageados do mérito e abertura da ExpoSoeaa são os primeiros itens da programação da 68ª Soeaa. A abertura da Semana e da Exposição, junto com as homenagens do mérito, ocorrerão a partir de 17h, desta terça-feira, 27 de setembro.

A programação do dia 28 girará em torno dos dois temas centrais da Soeaa: Rio + 20 e Ciência, Tecnologia e Inovação. O primeiro tema se desdobrará em dois painéis: “Pesquisa e Inovação no Enfrentamento do Aquecimento Global” e “Pesquisa e Inovação na solução dos Desafios Ambientais”, que terá como âncora a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva. O Tema Ciência Tecnologia e Inovação terá como painéis “Pesquisa e Inovação para o Desenvolvimento Brasileiro” e “Estruturação do Setor Governamental em C.T.I”, que terá como âncora o ministro da Ciência e Tecnologia Aloizio Mercadante.

Na quinta-feira, 29, os fóruns do Sistema Confea/Crea e Mútua realizam reuniões e apresentações. Ocorrerão paralelamente à exposição tecnológica ExpoSoeaa os fóruns das entidades nacionais, de valorização profissional, dos Creas-Juniores, de Equidade de Gênero, de Acessibilidade e Mobilidade Urbana, de Eficiência Energética, entre outros.

A Inovação no enfrentamento de desastres naturais e socioambientais entre em pauta na sexta-feira, 30/9, com participações da Secretaria Nacional da Defesa, do Instituto Nacional de Meteorologia, da Comissão Especial Medidas Preventivas de Catástrofes Climáticas, entre outros. Na tarde do dia 30 a jornalista Salete Lemos mediará o debate entre os candidatos à presidência do Confea de 2011.

Entre os painéis, ocorrerão intervenções culturais, como apresentações circenses, de dança, de grupos folclóricos, de poesia e mímica, etc. A inauguração da Cidade Colaborativa ocorrerá às 14h do dia 27 (quarta-feira). Um projeto do Confea, a Cidade Colaborativa reuniu, em plataforma de rede social, profissionais, estudantes e demais interessados para debater soluções criativas e sustentáveis para uma cidade construída por internautas. Lançado em dezembro de 2010, o projeto apresenta seus resultados e a cidade completa nesta semana, durante a 68ª Soeaa. Acesse: www.cidadecolaborativaconfea.com.br.



FonteAssessoria de Comunicação do Confea
Postagem: Pedro Henrique - membro de civil