terça-feira, 9 de abril de 2013

Currículo: o diferencial para a conquista de um emprego


curriculo-blog-da-engenharia
Saber elaborar um currículo a princípio pode parecer uma tarefa fácil, porém há uma série de informações e detalhes que podem contribuir para que o currículo seja escolhido em um processo seletivo dentre tantos outros.

Devemos ter em mente que o Currículo é o nosso cartão de visitas e a sua apresentação deve ser a melhor possível. Afinal, a primeira impressão é a que fica!

Um Currículo bem elaborado, não pode garantir o emprego, mas  com certeza contribui e muito para que ele seja conquistado.

Ele deve descrever quem somos, nossas qualidades e experiência profissional, é um documento que reúne informações pessoais, formação, cursos realizados, especializações, habilidades, ou seja, é o nosso histórico profissional.

O CURRÍCULO

Um bom currículo deve ser completo e facilitar o trabalho do selecionador, de forma que nele contenha as informações descritas a seguir:

 • TOPO 

Dados pessoais, estado civil, idade, endereço completo e dados de contato (telefone, celular, e-mail). Os dados de contato deve ser atualizados, pois muitos candidatos perdem a oportunidade de trabalho, pois o selecionador não consegue contatar o candidato, o que faz o selecionador perder tempo e o candidato a vaga de emprego.

 • OBJETIVO

Descreva a vaga que você tem interesse em concorrer. Seja objetivo.

 • FORMAÇÃO

Para os candidatos com Ensino Médio e fundamental, descreva o nome da instituição de ensino e o ano de conclusão. Já para candidatos com Ensino Superior, descreva a sua formação acadêmica, Pós Graduação e MBA são sempre um diferencial.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Destaque as qualificações obtidas ao longo da sua carreira, dando ênfase às mais relevantes, habilidades desenvolvidas nos cargos exercidos, conhecimentos em sistemas e subsistemas do seu cargo.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Relacione suas experiências profissionais mais importantes, sendo que as mais recentes informe primeiro, mencionando o nome da empresa, cargo, período, principais responsabilidades, atividades e resultados que mereçam destaque.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS 

Cursos Realizados – Treinamentos – Idiomas – Responsabilidade Social (trabalho voluntário)

Devemos destacar as habilidades que temos e jamais mentir ou omitir, pois poderá trazer conseqüências desagradáveis, como por exemplo: O candidato que destaca a fluência em Inglês no currículo para ser chamado para uma vaga que dentre outras exigências tem esse pré-requisito. Só que na hora da entrevista ele não conta que vai ser entrevistado em Inglês. Seja sincero.

Outro caso é do candidato que coloca em seu currículo conhecer um sistema só porque a vaga exige e para ele esse fator não é relevante para o seu cargo, pois ele conhece que ele julga ser semelhante, afinal ele conhece da área. Na hora da entrevista ele é convidado a falar do sistema ou mesmo fazer um teste. Resultado: Reprovado!

A transparência das informações do currículo e nas entrevistas são fundamentais. Um bom currículo ajuda muito, porém o que determina a contratação é a entrevista, não se esqueça disso!

O CURRÍCULO VIRTUAL

Segundo especialistas, é muito provável que os currículos tradicionais sejam substituídos por perfis das redes sociais. Em pesquisa realizada pela Consultoria Robert Ralf e publicada na Revista Você RH, 34% dos executivos brasileiros acreditam nessa mudança e 54% acreditam na eficiência das redes sociais como ferramenta de Recrutamento e acreditam no potencial delas e na facilidade na comunicação com os candidatos.

Com o Linkedin por exemplo, é uma ferramenta que vem sendo utilizada cada vez mais pelos recrutadores para encontrar novos talentos, porém é preciso saber usá-la para que esse canal se torne eficiente.

DICAS

Enxugue seu currículo no máximo em 2 páginas, destaque informações essenciais. Pós graduação, MBA, inglês e espanhol fluentes são diferenciais aos olhos do entrevistador.

Saiba que o recrutador em média dá uma passada de olho de 10 a 15 segundos em cada currículo num primeiro momento e são mensagens como essas que chamarão a atenção dele para fazer uma análise curricular mais detalhada.

Outra dica importante é: prepare-se, faça cursos de qualificação, se especialize, aproveite o seu desemprego para se preparar, isso vai te dar mais confiança nas entrevistas. As pessoas quando desempregadas em geral se abatem, ficam inseguras com o tempo ocioso, não fique em casa reclamando do desemprego.

Postagem por: George Sousa
Notícia de: Blog da Engenharia